quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Impulso Bruto

As rotações
Em um minuto
Fazem do forte, um ser diminuto

A resistência
Do racional
Diante de um instinto animal

A explosão
Impulso bruto
A face do poder absoluto

Ponto final
Inconsequência
Submissão total à negligência

(Pedro Augusto Fernandes de Medeiros)

Um comentário:

  1. Claudino de Mossoró5 de janeiro de 2012 15:42

    Caro amigo pedro Augusto, quanto tempo!! Andou sumido, né???

    Achei que você não ia voltar tão cedo e já tinha até tirado o blog dos meus favoritos, e colocado o Facebook.

    Valeu... gostei demais!!

    ResponderExcluir